fbpx

No século XVIII o Palácio dos Condes de Anadia, Viseu, foi enriquecido com um conjunto de painéis de azulejos cujo tema é a troca das relações entre vários aspectos do mundo real: entre humanos, animais ou corpos celestes, produzindo uma representação do impossível. É um conjunto azulejar de grande raridade em Portugal e no Mundo.

Na Europa este tema é tratado desde o século XVI e inspirou numerosas estampas populares até ao século XIX, desaparecendo por volta de 1900.

Os temas são quase sempre os mesmos e representam situações absurdas que manifestam o impossível. As oposições entre os homens e os animais; as oposições entre os elementos da natureza; as oposições cósmicas e as oposições sociais. Não eram um programa de ação subversivo, mas sim a representação de situações tidas como impossíveis.

Outros Artigos:

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

No Reino das Porcelanas entre Meissen e Biscuit

Jardins Históricos Palácio Anadia, Viseu

A Touriga Reintrepretada

Camélias no Palácio dos Conde de Anadia

Mangualde – Cabrais, Amarais e outros tais

Mangualde: Bordado de Tibaldinho

Mangualde – Azurara da Beira

Casas Senhoriais em Viseu

Uma Coleção De Museu

Um Solar maravilhoso perto de Viseu

Palácio Anadia Viseu – Local fantástico pela Vortex Mag

Se está em Viseu venha visitar o Palácio dos Condes de Anadia